Peelings são tratamentos que consistem em remover, quimicamente, algumas camadas da pele estimulando, assim, a renovação celular. Existem vários tipos de peelings, e sua classificação se baseia na profundidade da pele que atingem:

Peelings Superficiais

A substância aplicada atinge apenas a epiderme. São utilizados: ácido retinóico, ácido salicílico, ácido glicólico, ácido tioglicólico, solução de Jessner, resorcina, ácido tricloroacético. Indicações: manchas superficiais, poros dilatados, linhas suaves, fotoenvelhecimento leve, acne graus 1 e 2.

Peelings Médios e Combinados

Atingimos até a derme papilar com a combinação de solução de Jessner com ácido tricloroacético e ácido pirúvico. Indicações: manchas, ceratoses, fotoenvelhecimento moderado, linhas e sulcos médios, cicatrizes de acne.

Peelings Profundos

Fenol- Óleo de Cróton. Com essa combinação, ocorre destruição de toda a epiderme, atingindo-se camadas mais profundas da derme (reticular). É um procedimento que deve ser realizado em centro cirúrgico com sedação e monitoramento cardíaco, pois as substâncias usadas podem causar toxicidade. É um tratamento excelente para fotoenvelhecimento intenso e cicatrizes de acne graves e extensas, porém, deve ser realizado com extrema cautela.